Por que não recebo o Espírito Santo?

Se você tem se feito essa pergunta, saiba que a resposta está dentro de você. Leia e faça uma autoanálise


mateira.690x460

O batismo com o Espírito Santo é uma promessa do Pai feita por intermédio do Senhor Jesus aos Seus discípulos e a todos quantos cressem. O objetivo é nos capacitar para sermos testemunhas vivas dEle aqui na Terra.

Em seu blog, o bispo Edir Macedo explica que, assim como João Batista foi enviado por Deus para testemunhar a respeito de Jesus, o mesmo acontece em relação ao selado com o Espírito Santo.

Sendo assim, Ele é o maior interessado em nos batizar com o Seu Espírito, pois, uma vez selados, teremos condições de representá-Lo e apresentá-Lo a este mundo.

Então, por que muitos não O recebem? Até são cristãos sinceros, que vivem uma vida reta diante de Deus, entregaram a vida ao Senhor Jesus por meio do batismo nas águas, são dizimistas, ofertantes, frequentam as reuniões de membro. No entanto, mesmo O buscando incessantemente, nunca foram batizados com o Espírito Santo.

O bispo Augusto Dias explica que a razão dessas pessoas não receberem o batismo com o Espírito Santo é que elas, a exemplo de Naamã, também possuem um problema interior, que, enquanto não for resolvido, o Espírito Santo não poderá vir sobre elas.

O orgulho

A Bíblia relata que Naamã era um comandante do exército do rei da Síria, muito importante e conceituado diante do rei, porém, era leproso.

Ao ouvir falar que em Israel havia um profeta que poderia curá-lo, Naamã decidiu procurá-lo. Mas, ao chegar à casa de Eliseu, Naamã se sentiu desrespeitado pelo profeta pelo fato de ele não ter ido recebê-lo pessoalmente. Em vez disso, mandou um mensageiro, que o instruiu a mergulhar 7 vezes  no rio Jordão para ser curado:

“Porém, Naamã muito se indignou, e se foi, dizendo: Eis que eu dizia comigo: Certamente ele sairá, pôr-se-á em pé, invocará o nome do SENHOR seu Deus, e passará a sua mão sobre o lugar, e restaurará o leproso. Não são porventura Abana e Farpar, rios de Damasco, melhores do que todas as águas de Israel? Não me poderia eu lavar neles, e ficar purificado? E voltou-se, e se foi com indignação.” 2 Reis 5.11,12

A reação do comandante revelou o que havia dentro dele: o orgulho. Esse era o problema interior de Naamã.

O orgulho o impediu de receber a cura naquele momento e, da mesma forma, esse tem sido o motivo de muitos não receberem o Espírito Santo. São orgulhosos, se consideram justos e merecedores dessa dádiva do Alto por conta de suas obras. Sendo que não é por obras, mas única e exclusivamente pela fé. 

Somente quando Naamã se livrou do problema interior dele é que pode obter a cura:

“Então desceu, e mergulhou no Jordão sete vezes, conforme a palavra do homem de Deus; e a sua carne tornou-se como a carne de um menino, e ficou purificado. Então voltou ao homem de Deus, ele e toda a sua comitiva, e chegando, pôs-se diante dele, e disse: Eis que agora sei que em toda a terra não há Deus senão em Israel; agora, pois, peço-te que aceites uma bênção do teu servo.” 2 Reis 5.14,15

“O orgulho que ele carregava dentro de si era o responsável pela doença. E você, por que até hoje ainda não recebeu o Espírito Santo? O problema interior de Naamã era o orgulho, qual é o seu?” – questiona o bispo Augusto . E orienta: “Olhe para dentro de si mesmo e descubra, para que, então, possa resolvê-lo e, assim, nascer de Deus e ter um verdadeiro encontro com o Criador.”

 

Universal.org / Imagem: Reprodução

Gostou? Compartilhe!