Pesquisa aponta que brasileiros atribuem sucesso financeiro a Deus

Levantamento publicado pela Folha de S. Paulo mostra que nove entre dez pessoas acreditam que o êxito nas finanças é uma bênção Divina


ThinkstockPhotos-457433173.690x460

Noventa por cento dos brasileiros dizem que o seu crescimento na área econômica se deve à influência Divina. Isso é o que aponta pesquisa do Instituto Datafolha divulgada na matéria “Nove entre dez brasileiros atribuem a Deus sucesso financeiro”, publicada no último dia 25 de dezembro pelo jornal Folha de S. Paulo. O levantamento ouviu 2.828 pessoas maiores de 16 anos, de 174 municípios.

A pesquisa pedia que cada entrevistado concordasse ou não com a frase “todo o sucesso financeiro da minha vida eu devo, em primeiro lugar, a Deus”. Concordaram com a frase 90% das pessoas com religião, 70% das que não têm religião, 66% dos espíritas e espiritualistas, 63% dos umbandistas e até mesmo 23% dos ateus.

O número de evangélicos pentecostais e não pentecostais que acreditam na influência Divina nas finanças chega a quase 100%: 97% e 96%, respectivamente.

A publicação revela que 77% das pessoas com ensino superior e 70% das que têm renda mensal acima de dez salários mínimos consideram as suas conquistas como bênçãos Divinas.

A reportagem ainda diz que as religiões evangélicas estimulam o progresso econômico dos brasileiros e cita a Universal como exemplo desse trabalho, destacando que a Igreja oferece “cursos de empreendedorismo e programas de geração de renda”. O texto aponta que a instituição é uma das maiores representantes do grupo neopentecostal – com 8% dos evangélicos –, “cuja teologia da prosperidade defende o sucesso material como bênção Divina”.

 

Universal.org / Imagem: Reprodução

Gostou? Compartilhe!